Conceitos da Filosofia de Vida dos Maçons Egípcios da Glomeb

Maçonaria Egípcia e seus Conceitos Primordiais

 

Universo

         Os maçons egípcios acreditam que o Universo está dividido em sete mundos, cada qual com um estado de matéria, diferentes quando comparados entre si. Divide-se assim o Universo, de cima para baixo, na sequência da importância:

1.   O Mundo de Deus.

2.   O Mundo dos Espíritos Virginais.

3.   O Mundo dos Espíritos Divinos.

4.   O Mundo dos Espíritos de Vida.

5.   O Mundo do Pensamento.

6.   O Mundo do Desejo.

7.   O Mundo Físico.

 

Reinos

         O maçom egípcio compreende que dentro do Mundo Físico, este no qual vivemos atualmente, existem  quatro reinos que nos interessam diretamente, são eles:

Reino Mineral

Reino Vegetal

Reino Animal

Reino Humano

 

Evolução da Raça Humana

         Acreditamos que a Raça Humana está sujeita a evolução definida por sete períodos, são eles:

1.   Período de Saturno

2.   Período Solar

3.   Período Lunar

4.   Período Terrestre

5.   Período de Júpiter

6.   Período de Vênus

7.   Período de Vulcano

Segundo nossos estudos, encontramo-nos no “quarto período” ou “período terrestre”.

A Raça Humana, até o presente momento, desenvolveu-se, originariamente na Raça Lemuriana, seguida pela Raça Atlante, que por sua vez foi sucedida pela Raça Ariana que domina o planeta atualmente.

A Raça Humana possui uma divisão completa em dezesseis raças.

Ao final do período evolutivo todas as raças serão desclassificadas e uma única raça dominara este mundo.

 

Hierarquias Criadoras

 

         Existem doze grandes hierarquias criadoras, são estas:

01.               Áries

02.               Touro

03.               Gêmeos

04.               Câncer

05.               Leão

06.               Virgem

07.               Libra

08.               Escorpião

09.               Sagitário

10.               Capricórnio

11.               Aquário

12.               Peixes

 

 

Práticas Ocultistas

 

     Segundo nossos ensinamentos, existem práticas as quais elevam a condição do homem capacitando-o a explorar seus poderes sobrenaturais, possibilitando o desdobramento da consciência e a viagem astral, bem como outras manifestações do corpo sutil. Essas práticas são as seguintes;

1.   Concentração -  O pensamento é o poder utilizado na formação das imagens mentais e das formas pensamentos. A primeira prática do iniciado é a fixação do pensamento. Sem o total domínio dessa fase não há possibilidade de progredir para as fases seguintes.

2.   Meditação -  Com a “Concentração” o aprendiz criará uma forma pensamento e através de “Meditação” aprenderá tudo o que se refere a imagem ou a forma pensamento por ele criada.

3.   Observação -  Esta prática é realizada colocando-se em atividade os sentidos físicos: visão, audição, olfato, tato e paladar. Com esses sentidos aguçados, pode o neófito desenvolver seus sentidos supranormais.

4.   Discernimento – Nesse período de prática, o iniciado desenvolve o seu raciocínio lógico e objetivo. A lógica é o melhor e maior Mestre do homem em qualquer Mundo.

5.   Contemplação – Através desta prática, o estudante adquire a condição de entrar em contato com a “alma da imagem ou da forma pensamento”.

6.   Adoração – Essa prática depende exclusivamente de um instrutor que possa orientar o estudante quase que com exclusividade. Não são todos os aspirantes que atingem esse grau. Através desta prática, o buscador une-se a Luz Maior, tornando-se “uno com o criador” atingindo a maior altura nos graus iniciáticos que alguém pode sonhar.

 

Essas práticas, com seus conceitos mais aprofundados e os exercícios para se atingir a perfeição são ensinadas ao maçom egípcio conforme o grau que alcança. Nesse caso, nos referimos aos graus simbólicos (aprendiz, companheiro e mestre) e o estudo do ocultismo prossegue nos graus filosóficos (4º., ao 33º, e 34º., ao 95º.). Nota-se que é uma “vida dedicada ao ocultismo”, como exemplo dessa dedicação, encontramos nos estudos filosóficos referências a iniciação de Pitágoras que transcorreu durante 22 anos.

 

O estudo desses “Conceitos Primordiais”  são privativos aos membros da Glomeb – Grande Loja Regular e Simbólica da Maçonaria Egípcia, uma parte é transmitida em forma de estudos, os quais podem ser ministradas pessoalmente ou a distância, mas advertimos que com a evolução dos graus, o trabalho do ocultismo somente poderá ser transmitido de forma presencial, pois implica não apenas em leitura de textos, mas na prática disciplinada das técnicas utilizadas. O acompanhamento de um mestre-instrutor se faz indispensável nessa ocasião. Além desses exercícios, os Maçons Egípcios defendem a prática da projeção de consciência, da reencarnação coordenada, da cura à distância, do magnetismo animal e da reunião à distância do seus membros que pertencem ao “Sacro Colégio dos Mestres Artesãos”.

 

 

 

 



 

SOMOS UMA associação maçônica, cultural, artística & filosófica legalmente registrada.

       cnpj 11.643.230.0001-95                        inscr. est, isenta                         inscr. mun.   3172870

                Sede: rua bernardino de campos 3180 conj 704 são josé do rio preto/sp

  Site Map